Segunda-feira, 10 de Março de 2008

Sobre a marcha dos 100 mil

Tenho a dizer que confesso que me surpreendeu este artigo de opinião que vi publicado no Correio da Manhã de hoje:«Os professores lá vieram a Lisboa fazer a sua marcha da indignação. Muitos, mais de 80 mil de um universo estimado em 140 mil que são pagos pelo Estado, isto é, pelos cidadãos que pagam impostos, para ensinar as crianças do sítio e prepará-las para a vida.
Todos muito zangados com a ministra da Educação, Maria de Lurdes Rodrigues, uma senhora com um mau feitio muito saudável, o Governo liderado por José Sócrates e, claro, pretos de medo por irem ser avaliados, facto único na história do Ensino público neste sítio cada vez mais deprimido, cada vez mais ignorante e cada vez mais mal frequentado.
Todos muito zangados com Maria de Lurdes Rodrigues e José Sócrates porque, nestes três anos, os obrigaram a trabalhar mais, a estar mais tempo nas escolas, acabaram com a fantochada da chamada gestão democrática das escolas, agora substituída pela figura de um director escolhida por pais e autarquias, por terem dado alguns golpes importantes na espinha dos sindicatos, por terem metido nas escolas centenas de sindicalistas e, agora, imagine-se, porque decidiram separar o trigo do joio e descobrir quem é bom ou mau professor, competente ou incompetente.
Um escândalo nunca antes visto neste sítio cada vez mais triste e cinzento. Não é por problemas de comunicação, como afirmou Mário Soares, que os professores andam aos saltinhos pelas ruas. Não. É por medo da avaliação que vai mostrar aos pais que têm filhos na escola pública muitas das razões do insucesso, do abandono e da ignorância das crianças e dos adolescentes do sítio. No rescaldo da manifestação de sábado aconteceram coisas espantosas. Alguns comentadores e analistas decretaram de imediato uma crise no Governo e a impossibilidade de o PS obter nova maioria absoluta em 2009.
Outros, como o senhor Mário Nogueira, líder da federação comunista do sector, decretaram o fim do diálogo com a ministra Maria de Lurdes Rodrigues. Por um lado, diz-se que as reformas a sério, verdadeiras, que mexem com privilégios, mordomias e incompetências são impossíveis neste sítio. Quem as ousa fazer está condenado ao insucesso político. É verdade. E daí o estado a que isto chegou em mais de trinta anos de Democracia.
Um pântano sem eira nem beira, uma choldra. Por outro, o famigerado diálogo é neste sítio sinónimo de reformas a brincar, de fantochadas para indígena ver. É por isso também que agora se espera duas coisas de Sócrates e de Maria de Lurdes Rodrigues: manter a avaliação dos professores e pôr fim ao diálogo com os sindicatos. Custe o que custar. Mesmo a maioria absoluta em 2009. (António Ribeiro Ferreira)
»Mas não resisti a transcrevê-lo, por salvo uma ou outra expressão mais aguerrida, traduzir, estou certa, todo um sentimento e a voz, dos vários milhões que não estiveram nessa manifestação.Onde naturalmente me incluo! ...........
publicado por planetamercuryii às 19:24
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. O «LiBlog» tem nova casa!...

. Cinco coisas que o Presid...

. Fez-se justiça!

. Os dados estão lançados.....

. Para sempre...

. Eu não tenho dúvidas!

. 8 anos...

. Eis a reentré!

. Obrigado Raul Solnado!

. 1958 - 2009

.arquivos

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds