Segunda-feira, 7 de Junho de 2004

Taboo, MC dos Black Eyed Peas, sentiu-se 'em casa'

untitled BEP.bmp
TEMOS O DEVER DE ESPALHAR O AMOR
Convertidos num fenómeno musical à escala planetária, devido ao êxito alcançado no último ano com temas como 'Shut Up' e 'Where is The Love?', os Black Eyed Peas encontraram em Portugal um terreno fértil para accionar a sua máquina de ideais políticos e sociais, que no Rock in Rio foram debitados em inspiradas rimas hip hop.

Algumas horas antes de subir ao Palco Mundo, Taboo, o MC mexicano dos Black Eyed Peas, encontrava-se aparentemente em 'estágio' para o espectáculo eufórico que se seguiria: entrou a correr no quarto de hotel onde decorreu a entrevista com o CM, lançou-se em 'voo picado' para cima da cama, atirou as botas pelo ar e rematou com um "posso fumar?". Já confortavelmente 'instalado', o músico explicou as razões do seu manifesto bom humor: "Sol, miúdas giras e uma língua que parece espanhol. Sinto-me em casa!".
Após a tirada cinematográfica, Taboo revelou-se o MC que tem tocado o Mundo com as suas intervenções: "A nossa música pretende alertar as pessoas para o que está mal e transmitir força a quem sofre com as coisas negativas que se passam no Mundo. Estamos rodeados de interesses económicos, corrupção e injustiça, mas nós, os músicos, temos o dever de espalhar o amor".
A intenção ficou explícita no álbum 'Elephunk', trabalho gravado sob o "efeito choque" dos atentados de 11 de Setembro. "Sempre fomos um grupo positivo e nunca nos identificámos com aquele rap típico, de rimas machistas e violentas. Mas, após o atentado e o início da guerra no Iraque, a nossa veia interveccionista aumentou".
Determinados em continuar a espalhar a sua mensagem por muitos e longos anos, os Black Eyed Peas prevêm editar o seu próximo álbum de originais (quarto numa carreira de sete anos) em Novembro, para o qual, aliás, já gravaram cerca de 20 temas: "Além dessas 20 canções, vamos ainda gravar outras tantas, para depois seleccionar as mellhores e convidar alguns amigos para participar, como aconteceu em 'Elephunk', no qual contámos com a colaboração de Macy Gray, Justin Timberlake e dos Papa Roach".

Ferggie, a fã que passou a vocalista
No álbum, Ferggie, que passou de fã fervosa da banda a vocalista, irá pela primeira vez dar uma mãozinha na composição: "A nossa música ficou enriquecida com a entrada de Ferggie, porque ela veio adicionar uma sensibilidade feminina ao trabalho. Além disso, é uma mulher de armas, que dá um exemplo de força a todas as raparigas!"
Noticia do Jornal "Correio da Manhã
publicado por planetamercuryii às 10:28
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. O «LiBlog» tem nova casa!...

. Cinco coisas que o Presid...

. Fez-se justiça!

. Os dados estão lançados.....

. Para sempre...

. Eu não tenho dúvidas!

. 8 anos...

. Eis a reentré!

. Obrigado Raul Solnado!

. 1958 - 2009

.arquivos

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds