Segunda-feira, 7 de Junho de 2004

E eis que chegou o 5º dia do maior festival de música do mundo...

getimage.jpg
A Cidade do Rock foi no Sábado, ao início da noite, tomada de assalto pelo furacão Britney Spears, em estreia em Portugal. Uma produção sumptuosa, roupas extravagantes, um competente corpo de baile e uma cantora com sensualidade para dar e vender, foram os ingredientes de um espectáculo de encher o olho que levou à histeria cerca de 50 mil míudos e graúdos.
Britney Spears apresentou um espectáculo 'mágico' em que 'todos os sonhos eram possíveis'. Depois de uma curta introdução, protagonizada por uma espécie de mestre de cerimónias do ‘Onyx Hotel’, que deu as boas-vindas aos presentes e convidou-os a entrar num espectáculo “mágico”, onde “todos os sonhos eram possíveis” e a “imaginação podia ir mais longe”, Britney entrou em palco pomposamente e disposta a fazer valer o título de princesa da pop.
Vestida de cabedal negro, em cima de um palanque metálico, Britney entoou ‘Toxic’, um dos seus maiores êxitos, e esbanjou sensualidade ao acompanhar o seu séquito de bailarinos. O público delirou e pediu mais. A cantora prosseguiu o tom enérgico com duas remisturas de ‘Over Protected’ e ‘Boys’ após as quais se dirige, pela primeira vez, ao público luso: “Estão a divertir-se? Pois agora vão ver muito mais!” prometeu.

À ALTURA DA MISSÃO
Destinadas a actuar antes de Britney Spears, às Sugababes coube a dificil tarefa de preparar o terreno para a cantora norte-americana. Se é verdade que ainda na quinta-feira o trio britânico havia confessado, por isso mesmo, ao CM o seu nervosismo, o facto é que Keisha Buchanan, Mutya Buena e Heidi Range estiveram, pode dizer-se, à altura da missão.
Em estreia absoluta em Portugal, e depois de terem passado a sexta-feira na praia, as Sugababes fizeram o que tinham a fazer perante uma plateia que em momento algum deixou esquecer o propósito da noite: Britney Spears. Ainda assim fica o registo para os temas ‘Mad Man Situation’, ‘Too Lost In You’, ‘Hole In The Head’ e ‘Shape of My Heart’, de Sting.
Foram curiosamente dois ‘produtos’ de televisão, concretamente ‘made in SIC’, que abriram o quinto dia do festival. Se João Pedro Pais confirmou o estatuto de ‘menino bonito’ entre os mais novos (as suas letras andam quase que naturalmente na boca de toda a gente), a verdade é que Nuno Norte terá dado um passo de gigante para lá chegar.
O cantor do Porto começa a fazer-se ouvir com admiração e até já consegue arrancar, aqui e ali, coros com alguma efusividade e conhecimento de causa. Se as coisas lhe correrem bem, em breve estará de mãos dadas com a fama e a popularidade.
Voltando a João Pedro Pais, a sua actuação (talvez a maior depois de, em 2003, ter assegurado a primeira parte de Bryan Adams no Pavilhão Atlântico), só veio confirmar que todos continuam loucos por ele, alguns mesmo - ou algumas - fora de si. A actuação dos dois cantores, presenciada por cerca de 20 mil pessoas, só veio revelar que o público português começa, finalmente, a perder o preconceito contra os seus artistas. E não é mentira.

TENDA RAÍZES: CATIVANTE
Sábado, dia em que a faixa etária da ‘população’ da Cidade do Rock baixou consideravelmente, na Tenda Raízes o papel de estrela maior coube ao cão Rock pelo menos a avaliar pelo entusiasmo dos muitos petizes que ‘usaram e abusaram’ da pachorrice do ‘ex-libris’ canino do festival que, não sendo de ninguém, está sempre pronto para aceitar mimos de todos.
Desta forma, os ‘graúdos’ ficaram mais livres para saborear os sons malgaxes e asiáticos do acordeonista Régis Gizago ou a cativante mistura sónica que o espanhol Javier Ruibal faz a partir do flamenco, da música magrebina e outras sonoridades bem mais actuais como a pop ou o jazz.
Expectativas redobradas precederam a actuação da cantora brasileira Joyce, que goza de uma enorme reputação por ter trabalho com alguns dos nomes mais sonantes da música brasileira, como Tom Jobim. À Tenda Raízes, Joyce e o seu quarteto levaram uma releitura do repertório popular brasileiro (estilo que até já recebeu o nome de new bossa), numa actuação que conheceu um dos seus pontos altos com a interpretação do popular ‘Àguas de Março’.
Para o final, ficou reservada uma surpresa muito especial: o guitarrista vietnamita Nguyên Lê, um dos nomes mais conceituados no âmbito da world music, levou ao palco um tributo a Jimi Hendrix, com o qual deu o mote para uma verdadeira jornada de nostalgia. Em dedilhados fervosos, Lê esbanjou virtuosismo e conseguiu convocar uma razoável multidão para a sua viagem pelo universo ‘hendrixiano’, revelando-se uma agradável alternativa aos sons ‘teen’ do Palco Mundo.

TENDA ELECTRÓNICA: FESTEJAR
Para quem achava que a luz do dia nada tinha a ver com estas coisas das danças, o dia de sábado na Tenda Electrónica veio provar o contrário. Afinal, a noite é quando um homem quer: basta fechar os olhos e deixar a ‘coisa correr’. E assim foi.
“Estamos no melhor sitio do Mundo para festejar”, ouviu-se na tenda. A verdade é que às 19h30 com XL Garcia já aquele espaço transbordava pelas costuras. Permitam-nos um mau português para elucidar a actuação do DJ português: “Ganda som”...
Noticia do Jornal "Correio da Manhã"
publicado por planetamercuryii às 09:57
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. O «LiBlog» tem nova casa!...

. Cinco coisas que o Presid...

. Fez-se justiça!

. Os dados estão lançados.....

. Para sempre...

. Eu não tenho dúvidas!

. 8 anos...

. Eis a reentré!

. Obrigado Raul Solnado!

. 1958 - 2009

.arquivos

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds