Quinta-feira, 1 de Julho de 2004

Portugal rima com... final!

top_pequena_portugal_vence.jpgPela primeira vez na história, a selecção portuguesa alcançou uma final de uma grande competição, a nível sénior. Cristiano Ronaldo e Maniche apontaram os tentos lusos e nem a infelicidade de Jorge Andrade (autogolo) salvou a "laranja mecânica". A selecção portuguesa escreveu uma página histórica para o futebol português. Pela primeira vez na história, a turma das quinas chegou ao jogo decisivo de uma grande competição internacional, a nível sénior. Depois de ter falhado esse objectivo no Mundial de 1966 e nos Europeus de 1984 e de 2000, Portugal alcançou a tão desejada final, com uma vitória frente à Holanda por 2-1. Não se pense que a missão foi fácil, já que o conjunto de Dick Advocaat nunca virou a cara à luta, obrigando a equipa lusa a arregaçar as mangas para segurar a vantagem mínima, na recta final do jogo. Depois de 20 minutos iniciais muito tácticos, Portugal acabou por inaugurar o marcador na sequência de um canto de Deco, concluído com o cabeceamento "mortífero" de Cristiano Ronaldo. Esse foi o "tónico" que o jogo precisava, assistindo-se a partir daí a um encontro bem mais alegre, com a "laranja mecânica" a reagir de imediato. Overmars falhou incrivelmente o empate e deixou um claro sinal de que as coisas não estavam resolvidas. Ninguém ficou indiferente ao sentido de entreajuda de todos os futebolistas portugueses. Contudo será justo realçar a exibição estupenda de Luís Figo que jogou e fez jogar, quer em rápidos contra-ataques, quer em lances calmamente construídos a partir do meio-campo. O "merengue" foi o capitão que a equipa precisava e ajudou a "nau" a chegar a bom porto merecendo, sem sombra de dúvidas, o título de "man of the match" (homem do jogo) atribuído pela UEFA. Só lhe faltou o golo que esteve perto de acontecer, à beira do intervalo, com a "bomba" a ser devolvida pelo poste. Pauleta mostrou que não está a atravessar um bom momento de forma, caso contrário não teria desperdiçado a oportunidade para dilatar o resultado, aos 34 minutos: o ponta-de-lança do Paris Saint Germain obrigou Van der Sar a uma defesa apertada e viria a acertar novamente no guardião holandês, durante a segunda parte, quando se encontrava isolado. "Golão" de Maniche Nick Advocaat apostou em Makaay e em Van der Vaart, mas Maniche furou os "planos" dos holandeses, após um canto rapidamente marcado por Cristiano Ronaldo. O médio fez um remate verdadeiramente espectacular e marcou, muito provavelmente, o melhor golo do Euro 2004. As coisas estavam bem encaminhadas para as cores portuguesas até que um corte infeliz de Jorge Andrade deu novo alento à Holanda. Luiz Felipe Scolari sentiu que estava na hora de travar o ímpeto do adversário e lançou Petit. Os holandeses optaram pelo denominado futebol directo, na parte final do encontro, já com Van Hooijdonk em campo, mas a atitude "guerreira" dos jogadores portugueses acabou por ser decisiva. Diga-se aliás que Portugal podia ter dissipado todas as dúvidas em dois lances de contra-ataque. Após o apito final de Anders Frisk foi a explosão de alegria em Alvalade. O país continua a sonhar... Ficha de jogo (para mais tarde recordar...Árbitro: Anders Frisk (Suécia). Estádio José Alvalade (Lisboa) Meia-final: Portugal-2 Holanda-1 Portugal: Ricardo, Miguel, Ricardo Carvalho, Jorge Andrade, Nuno Valente, Costinha, Maniche (Fernando Couto 86`), Deco, Figo, Cristiano Ronaldo (Petit 67`), Pauleta (Nuno Gomes 74`). Seleccionador: Luiz Felipe Scolari Holanda: Van Der Saar, Reiziger, Stam, Bouma (Van der Vaart 55`), Van Bronckhorst, Seedorf, Cocu, Davids, Overmars (Makaay 45`), Robben (Van Hooijdonk 81`), Van Nistelrooy. Seleccionador: Dick Advocaat Fonte: SicOnLine
publicado por planetamercuryii às 10:08
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. O «LiBlog» tem nova casa!...

. Cinco coisas que o Presid...

. Fez-se justiça!

. Os dados estão lançados.....

. Para sempre...

. Eu não tenho dúvidas!

. 8 anos...

. Eis a reentré!

. Obrigado Raul Solnado!

. 1958 - 2009

.arquivos

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds